Notícias


ALCIS É PARCEIRO GOLD DA ORACLE
AMAZON NEGOCIA GALPÃO NO BRASIL
CNL SERÁ JUNTO COM A INTERMODAL
ENGEBANC AGORA É NAI BRAZIL
FRONIUS INOVA EM BATERIAS DE TRAÇÃO
INFRAERO LANÇA LICITAÇÕES NO SUL
VEJA O PROGRAMA DA XXI CNL
PROJETO CORREDORES LOGÍSTICOS
HIDROVIA PARA O PORTO DE SANTOS
REGULAMENTO XVI PRÊMIO ABRALOG
XVI PRÊMIO ABRALOG
ALMEIDA PRADO NA PRESIDÊNCIA
GLP VÊ CRESCIMENTO EM GALPÕES
APROVADO MARCO DO TRC
A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
OS DEPUTADOS E A PREVIDÊNCIA
GANHADORES DO XV PRÊMIO ABRALOG
NOSSA LOGÍSTICA É O GP BRASIL DE F1
BLOCKCHAIN, O NOME DO FUTURO
LOGÍSTICA NO CRF DE CAMPINAS
ABRALOG APOIA POSIÇÃO DA CNT
CNT: RODOVIAS PIORAM NO PAÍS
ANDREANI AMPLIA ÁREA DE FÁRMACOS
ABRALOG APRESENTA O BLOCKCHAIN
VI FROTAS & FRETES VERDES
16ª PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM SP
BX ADQUIRE HUAWEI LOGISTICS
DISCURSO EVENTO AUTOTRAC
EVENTO COM NELSON PIQUET
XV PRÊMIO ABRALOG
ABRALOG NA INTERMODAL
EVENTO DE LOGÍSTICA FARMACÊUTICA LOTA AUDITÓRIO DA ABRALOG
DESAFIO DOS PRODUTOS PERIGOSOS
O MOMENTO DO REAL ESTATE
PORTO DE SANTOS VIA HIDROVIA
ENTRELACES LOGÍSTICOS
XIII
CNT REVELA PAVIMENTOS RUINS
NICK VYAS ABORDA GLOBAL SUPPLY
ANEFAC: LOGÍSTICA TRIBUTÁRIA
EM EVENTO, ID SIMULA ENTREGA
LOGÍSTICA TRIBUTÁRIA NA ANEFAC
PARA A EUROPA, VIA AMAPÁ
AUMENTO É GOLPE NA LOGÍSTICA
REFORMA TRABALHISTA É AVANÇO
MORRE ANA AMÉLIA BALDI
MERCADO LIVRE NA ABRALOG
PALESTRA NO GPA
RASTREAMENTO DE FROTA DE TRENS
ABRALOG NA TRANSPOSUL
OS CORREDORES LOGÍSTICOS
OS DESAFIOS DO OMNI-CHANNEL
EMPRESAS NO COMITÊ DE RISCO
ANTT PROPÕE PARCERIA COM ABRALOG
BNDES AINDA DIFÍCIL PARA EMPRESAS
ASSOCIADO NO 28º POMS
ID: INOVAÇÃO EM LOGÍSTICA
RIOGALEÃO NA BRASIL OFFSHORE
ID: IVECO À GÁS NO CARREFOUR PARIS
FERROANEL, MOEDA DE TROCA?
6 DE JUNHO, DIA DA LOGÍSTICA
LOG COMMERCIAL, NOVA APOIADORA
IPTC NO COMITÊ DE RISCO
ABRALOG ESCLARECE
MARTINS LANÇA NETFLIX DO VAREJO
COMITÊ DE RISCO PLANEJA 2017
ABRALOG NA INTERMODAL 2017
ANUÁRIO É LANÇADO NA INTERMODAL
INFRAERO FAZ VOO DE NEGÓCIOS EM SP
PAPERLESS É INEVITÁVEL
PESQUISA É DESTAQUE NO VALOR
ABRALOG APOIA ANEFAC EM EVENTO
EXECUTIVO DE VENDAS - AÉREO
ANUÁRIO É LANÇADO NA INTERMODAL
ANALISTA COMERCIAL
PESQUISA MOSTRA O FRETE NO PAÍS
'NÃO PODERÍAMOS FICAR FORA
RODRIGO BACELAR RETORNA À ID
VAGA: CARGA AÉREA
PERFIL DA CARGA BRASILEIRA
BRASIL PASSADO A LIMPO
FRONIUS CHEGA À ABRALOG
COMITÊ ANALISA MERCADO
TALENTOS SENAC, VITRINE PROFISSIONAL
GLP FAZ EVENTO DE FIM DE ANO
CONSELHEIRO FALA A ESTUDANTES
REGIONAL SUL E INFRAESTRUTURA
TUDO SOBRE LOGÍSTICA
VISITA É FÁBRICA DE APRENDIZADO
VISITAMOS A FÁBRICA DA JDE COFFEE
FRETE DEVE BAIXAR, DIZ CARILLO
RIOGALEÃO ESTÁ NA ABRALOG
COMITÊ FARMACÊUTICO FARÁ PESQUISA
OTM ANUNCIA MELHORES E MAIORES
FROTAS E FRETES VERDES 2016
SUPPLY CHAIN E CONDOMÍNIOS
PRESENÇA DO COMITÊ FARMA
VP FALA DE AUDITORIA LOGÍSTICA
ABRALOG NO SUPPLY CHAIN GPA 2016
MORRE ELZA PANZAN
DIRECT SHOPPING, 1 ANO COM BX LOG
I ENCONTRO SENAC RJ
CONCESSÕES: HÁ RUIDO
MOVIMAT FOI GRANDE EVENTO
REAL ESTATE RETOMA SUBIDA
A VEZ DA TECNOLOGIA 4.0
CD DO RIO 16, O MELHOR DE TODOS
VAREJO-INDÚSTRIA: TIME DE PONTA
LOGÍSTICA PODE FAZER HISTÓRIA
TODOS OS PAINÉIS DA XX CNL
ABRALOG VÊ PACOTE COM ESPERANÇA
ABRALOG SUL: MELHOR É AEROPORTO
EXECUTIVOS TOP DEBATEM VAREJO
DESPACHO ADUANEIRO É VITAL
LOGÍSTICA, CRUCIAL PARA REMÉDIOS
XX CNL DESTACA TECNOLOGIA
DESAFIOS DA LOGÍSTICA FARMACÊUTICA
CNL COMEMORA 20 ANOS
NOVO VÍDEO DA CNT
QUEM É O LOGÍSTICO BRASILEIRO
REDUZIR O CUSTO LOGÍSTICO
MOREIRA FRANCO: FALTAM PROJETOS
REAL ESTATE, PESQUISA E XX CNL
A ABRALOG E O REAL ESTATE
O PROBLEMA É A INFRAESTRUTURA
BRASIL SOBE NO RANKING LOGÍSTICO
LOGÍSTICA FARMACÊUTICA NA XX CNL
UM "MERCADO" DE R$ 1 BILHÃO
GPA, NOVO APOIADOR DA ABRALOG
A LOGÍSTICA BRASILEIRA HOJE
APRESENTAÇÃO RIO 2016
SKAF PEDE RETOMADA ECONÔMICA
PACTO PARA SAIR DA CRISE
VP DÁ PALESTRAS EM NATAL
PRESTADOR X EMBARCADOR
BRASIL CAI MAIS, AGORA É 57º
UM MOMENTO MÁGICO, ÚNICO
NÃO É FÁCIL, MAS PODE SER FEITO
DIRETORES FALAM AO VALOR
A ESTREIA DO COMITÊ DE REAL ESTATE
BX LOG, NOVA MARCA DE OPERADOR
ABRALOG FALA NO PÃO DE AÇÚCAR
NADA COMO UMA CRISE
ARTESÃOS DA LOGÍSTICA
O CENTRO LOGÍSTICO DA RIO 2016
TRILHOS PELO BRASIL
CONDOMÍNIO NÃO É GALPÃO
A ABRALOG É DESTAQUE NO VALOR
HIDROVIA ALAVANCA LOGÍSTICA
workshops 2016
PITNEY, NOVA SÓCIA-APOIADORA
MEDALHA JK PARA PEDRO MOREIRA
ALCIS APRESENTA ROADNET
A NOVA LOGÍSTICA DA SANEAGO
NOSSO PORTAL EM 2015
INFRAERO LICITA CENTRO LOGÍSTICO
DOCPHARMA, NOVA ASSOCIADA
LOGÍSTICO NÃO SE ABATE NA CRISE
VENCEDORES DO XIII ABRALOG
CLIENTE SANA PROBLEMA COM ALCIS
COMITÊ INDÚSTRIA E VAREJO
ÓTIMA PARA SÓCIOS E MERCADO
ALCIS PREMIA ABRALOG
EM TEMPO DE CRISE, TIRE O S
SENAC TRANSMITE PALESTRA
COMO O LEÃO VAI AGIR EM 2016
LOGÍSTICA TEM SEU ANUÁRIO
ESTRADAS CONTINUAM RUINS
ABRALOG NO TALENTOS SENAC-RJ
63,2 BI ACERTAM LOGÍSTICA DO SE
ASSOCIADOS NA MOVIMAT RECIFE
2016 20th Annual 3PL Study
MAIS VERBAS PARA INFRAESTRUTURA
FEMSA ADQUIRE A ATLAS
CHEIAS NO SUL
O DIFÍCIL RASTREAR DE REMÉDIOS
ANVISA SUSPENDE RASTREABILIDADE
BRASIL DESPENCA 18 POSIÇÕES
CONTEÚDOS DA XIX CNL
LANÇADA REGIONAL SUL
PARCERIA COM GOVERNO DO RS
FÓRUM EXTRA
COMO FOI NEIL COLLINS
FRETE AFETA MUITO E-COMMERCE
O DIA D VAI SER OFICIALIZADO
XIX CNL CONECTOU A LOGÍSTICA
ABRALOG CONVIDADA PARA CONIT
LOGÍSTICOS FAZEM SUA PARTE
DIA D VAI SER OFICIALIZADO
COMITÊ DE TECNOLOGIA INICIA NA STILL
MOVIMAT E CNL EM AEROPORTOS
PESQUISA FGV
PALESTRA NEIL COLLINS
EMBARCADORES, MAIOR PESQUISA
SEMINÁRIO GERA PARCERIA
ABRALOG APOIA 'NA MÃO CERTA
A ATUAÇÃO DO SENAC-RJ - CURSOS
A ATUAÇÃO DO SENAC-RJ
ABRALOG VOLTA AO MINISTÉRIO
RASTREAMENTO EM MEDICAMENTOS
FÓRUM DO COMITÊ FARMA
CIRCUITO LOGÍSTICO EM BRASÍLIA
PELT É LANÇADO PELA ABRALOG
EXCLUSIVO: TERCEIRIZAÇÃO
GUIA, FERRAMENTA ÚTIL
MINISTRO ABRE CNL NESTA TERÇA
EVENTO COMPLETO
EVENTO COMPLETO
VISITA TÉCNICA SENSACIONAL
SÃO JOSÉ SERIA EXCELENTE PLATAFORMA LOGÍSTICA
ABRALOG VISITA EMBRAER
ABRALOG LANÇA PELT
BRASIL PRECISA DE MAIS ABRALOG
PACOTE, FALTOU A MULTIMODALIDADE
COMITÊ DE LOGÍSTICA FARMACÊUTICA
MINISTRO RECEBE ABRALOG
PERDAS DA SOJA E MILHO
CRIADA A ABRALOG CENTRO-OESTE
VÍDEO DA ABRALOG CENTRO-OESTE
CRIADA A ABRALOG CENTRO-OESTE
E-COMMERCE AQUECE CONDOMÍNIOS
GOVERNADOR DO TOCANTINS CONVIDA ABRALOG
PROGRAMAÇÃO DA VISITA A EMBRAER
VISITA TÉCNICA A EMBRAER
VOTE, A TERCEIRIZAÇÃO É BEM-VINDA
PRÊMIO ABRALOG, ANÚNCIO
VEJA COMO ESTÁ A GREVE
PRIMEIRO CARGUEIRO A GÁS
LUTO: MORRE ADRIAN PESCIALLO
LEI DO MOTORISTA COMEÇA A VALER
ARMAZÉM SUSTENTÁVEL
JESÚS HERNANDEZ NA ID LOGISTICS
SUSTENTABILIDADE, MANDAMENTOS
LOGÍSTICA REVERSA DE LÂMPADAS
NÓ TRIBUTÁRIO E REFORMA
MAIO AMARELO PELO TRÂNSITO
ÔNIBUS MOVIDO A BIOMETANO
EMPRESAS DESCONHECEM RISCOS
TICKET CAR, NOVO SÓCIO APOIADOR
O QUE MUDA COM A LEI
ALL X RUMO: SANTOS VAI MELHORAR
TOXICOLÓGICO CONTRA ACIDENTES
ID LOGISTICS AUMENTA FATURAMENTO
CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO
A IMPORTÂNCIA DA ANÁLISE DE RISCO
MORRE MARIA DO CARMO VILAÇA
CAMPANHA ACIDENTES DE TRÂNSITO
NOVAS CATEGORIAS EM 2015
LOGÍSTICA VAI AJUDAR EM 2015
QUEM VENCEU O XII ABRALOG
NÃO TEM COMO NÃO USAR LOGÍSTICA
FM LOGISTIC VAI DAR LUCRO EM 2015
LOGÍSTICA, ÁREA DE OPORTUNIDADES
SUSTENTABILIDADE FAZ 3ª REUNIÃO
ENTREVISTA 'NA ESTRADA"
ENTREVISTA: COMPRAS ELETRÔNICAS
MANIFESTO AOS PRESIDENCIÁVEIS
FERROVIAS NA MIRA DO EXTERIOR
ID LOGISTICS QUER CRESCER 100%
LANÇADA FRENTE MULTIMODAL
SÓCIOS TÊM AUDITÓRIO EM FEIRA
BNDES TEM 2 BI PARA BR 040
BRASIL NOS TRILHOS BATE RECORDE
LOGÍSTICA E AQUECIMENTO GLOBAL
XVIII CNL, ATRAÇÕES DO 1º DIA
EDUARDO CAMPOS ERA ESPERANÇA
CONCESSÕES RECEBEM SÓ 2,5%
A LOGÍSTICA É ESSENCIAL
EVENTO DEBATERÁ SEGURANÇA
ABRALOG PRESENTE NA ABAD 2014
IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA NO VAREJO
LOGÍSTICA NA BR WEEK 2014
NOTÍCIAS DE LOGÍSTICA ON LINE
COMITÊ ABORDA TEMAS CRUCIAIS
ABRALOG DESTAQUE NO VALOR
PALESTRANTES INTERNACIONAIS
V PESQUISA PERFIL DO LOGÍSTICO
EM BUSCA DE SOLUÇÕES LOGÍSTICAS
MULTIMODALIDADE NO DIA DA LOGÍSTICA
VILAÇA DEIXA A ANTF APÓS 10 ANOS
LEI DO MOTORISTA TEM DE "PEGAR"
NA CRISE, FERROVIA CRESCE
ganhadores
SEMINÁRIO TRIBUTAÇÃO AMBIENTAL
A QUARESMA DE 150 DIAS
TRIBUTAÇÃO AMBIENTAL
ANDREANI ABRE 8ª UNIDADE NO PAÍS
RASTREAMENTO TAMBÉM É EFICIÊNCIA
30% PARA TRANSPORTE NÃO FOI INVESTIDO
MTO NOVA APOIADORA DA ABRALOG
ABRALOG REFORÇA NOSSA LOGÍSTICA
SUSTENTABILIDADE NOS NEGÓCIOS
SITL PARIS, O EVENTO DE LOGÍSTICA
RESERVE SUA AGENDA: CURSOS 2014
PEDIDOS DA ABRALOG PARA 2014
GANHADORES DO XI PRÊMIO ABRALOG
RODOVIÁRIO TEM RISCO DE US$ 4 BI
MBA EM LOGÍSTICA REVERSA
EVENTO LOGÍSTICA REVERSA
ABRALOG E A FRENTE MULTIMODAL
''CUSTO BRASIL EM LUCRO BRASIL"
GLOBO NEWS DESTACA XVII CNL
FM LOGISTIC CHEGA AO BRASIL
A LOGÍSTICA DO BRASIL
NOSSO ESCRITÓRIO EM BRASÍLIA
BLOQUEIO, PREJUÍZO DE 1,5 MILHÃO
FM LOGISTIC ADQUIRE MCLANE
PARCERIA COM FINEP: JURO NEGATIVO
CADA VEZ MELHOR NA FOTO
quem venceu
DIA DA LOGÍSTICA, FALA PAULO SKAF
CONVÊNIOS NO DIA DA LOGÍSTICA,
DIA DO MEIO AMBIENTE 2013
GOVERNO APROVA MP DOS PORTOS
ABRALOG COORDENA PAINEL NA FIESP
PARA GOVERNO, FERROVIA É SOLUÇÃO
SKAF: MP DOS PORTOS É VITAL
ABRALOG PARTICIPA DO SITL DE PARIS
SEMINÁRIO TOMADA DE DECISÃO
ABRALOG NA MOVIMAT NORDESTE
COMISSÃO VAI ACOMPANHAR LEI
É DA ALMA DO LOGÍSTICO NÃO SE ABATER

ARTESÃO DA LOG
CÂMARA APROVA DIA DA LOGÍSTICA
DOIS GRANDES CONVÊNIOS
REGIONAL SUL FALA DE INFRAESTRUTURA
CURSO LEGISLAÇÃO EM LOGÍSTICA
EFICIÊNCIA LOGÍSTICA, TEMA DA CNL
SALÁRIO BOM, STATUS ESTRATÉGICO

Fale Conosco

  

ALMEIDA PRADO NA PRESIDÊNCIA

Desde cedo, nos bancos acadêmicos, na Universidade de São Paulo, o estudante de Engenharia Civil, André Alarcon de Almeida Prado, definiu sua carreira futura - iria ser um logístico. Ele, por exemplo, teve a oportunidade de fazer parte da primeira disciplina optativa de graduação em logística do Brasil, em 1995, e desde então começou a forjar uma trajetória de sucesso. Tanto que, aos 43 anos, acaba de assumir o cargo de CEO da BBM Logística, com o objetivo de construir um dos maiores operadores logísticos nacionais focado em contratos dedicados (DCC) e gestão de transporte (TM). Não à toa, anos atrás, foi escolhido pelo presidente da Abralog Pedro Francisco Moreira como um dos conselheiros consultivos da entidade.

Mestre em Sistemas Logísticos e Doutor em Transportes pela USP, André de Almeida Prado participou cursou o Global Supply Chain, no renomado Massachusetts Institute of Technology, o MIT. Na entrevista que se segue, ele fala dos percalços, obstáculos e oportunidades da logística brasileira, dá conselhos aos que iniciam e relembra o início da carreira vencedora.

Como vê no momento da logística no Brasil?
O primeiro ponto relevante é ressaltar a complexidade de se fazer logística no Brasil. A falta de infraestrutura geral do País, associada a uma cultura de não trabalhar sobre processos rígidos, dificulta de forma severa o trabalho de quem escolheu essa profissão. Os números dizem isso. Hoje, a quantidade de profissionais que realmente seguem na área de logística em cargos táticos e estratégicos ainda é menor que a própria demanda, isso pelas dificuldades encontradas e falta de atratividade do setor.

Dizem que da porta da fábrica para dentro vamos bem, mas...
O fato de a armazenagem e a intralogística estarem mais evoluídas que as demais áreas do segmento é natural, pois ambientes confinados permitem uma gestão mais visível e planejada. Quando falamos de distribuição e operações territoriais, seja inbound ou outbound, as complexidades aumentam demais. A CLT, associada a leis vigentes, restringe demais este tipo de operação e contribui para aumentar a ilegalidade, pois quem não respeita a lei tem muito mais facilidade para operar, o que me parece um enorme contrassenso.

Outro aspecto grave é a baixa exigência para a entrada de participantes. Quando não existem critérios de entrada, principalmente em momentos de crise econômica e forte gestão de redução de custos por parte dos embarcadores, diversos aventureiros participam do mercado, o que consequentemente derruba o nível de serviço e coloca em sérias dificuldades as empresas que trabalham com qualidade de serviço e níveis necessários de compliance. Infelizmente, esse é o exato momento que vivemos agora - os prestadores de serviços estão tendo extrema dificuldade e a consolidação do mercado será consequência do referido cenário.

Que reflexão você faz quando tem de pensar em infraestrutura?
Os eventos que vêm sendo apresentados pela mídia nos mostram a total falta de foco dos nossos governantes no desenvolvimento econômico estrutural do País. Não adianta, a longo prazo, alterar taxas de juros e câmbio quando se tem parque industrial pouco produtivo, sem investimentos e uma mão de obra sem a devida qualificação.

Nosso país hoje tem uma competitividade baixa, com custos altos de logística em consequência da falta de estrutura pública e baixo investimento dos participantes. A ineficiência logística atrapalha o Brasil por falhas de abastecimento ou fluxos racionais de movimentação. Enquanto infraestrutura e educação não evoluírem, o Brasil vai crescer (ou decrescer) por inércia global ou especulação. O que acontece é que não temos um fundamento econômico, principalmente industrial, estruturado, que permita crescer acima da economia global. Isso acontece, principalmente, pela falta dos itens citados que geram perda global de competitividade. A China e Índia são exemplos de países competitivos, que conseguem crescer mais que a economia mundial.

Você acredita que multimodalidade e infraestrutura mudariam o cenário econômico do Brasil?
Não existe nenhuma dúvida, nenhuma. Logística é baseada em eficazes e eficientes soluções, e cada problema tem sua solução específica. Se um ambiente é capaz de desenvolver o melhor modelo operacional, utilizando os modais adequados, menos etapas logísticas e mais eficiência , melhores custos e melhor nível de serviço serão as consequências.

Em termos de multimodalidade, o que precisa ser feito?
Explorar esse País continental, suas potencialidades, desenvolver projetos de infraestrutura e operações em todos os modais possíveis. Globalmente, existe hoje capital disponível para bons projetos, só precisamos viabiliza-los. E o grande entrave para esses projetos saírem do papel é o próprio governo, pois a burocracia e a corrupção em todos os níveis limitam essa entrada de capital e a consequente evolução do Brasil. Precisamos criar um ambiente que aumente a competitividade do País. É menos uma questão temporal e mais efetivas parcerias público-privadas, porque o dinheiro está totalmente disponível para projetos viáveis.

Que conselhos você daria para novos profissionais que gostariam de seguir a carreira em logística?
Logística é engenharia, portanto, uma área que exige habilitação técnica. Da mesma forma que um enfermeiro, e até mesmo um médico de outra especialidade não podem fazer uma cirurgia cardíaca, um profissional sem a devida qualificação não deveria trabalhar com logística. Faça o que você ama, porque você se dedicará e será bom nisso. Portanto, se você ama logística, tiver dedicação, obter especialização e, obviamente, for competente, será altamente provável que em médio prazo você alcance uma sólida e rentável carreira.
 

E o começo, como foi?
Comecei minha carreira na Rede Gazeta, que representa a Globo no ES. Os produtos impressos são industrias que possuem um dos menores lead-times existentes, pois o produto físico perde consumo em ciclos muito curtos de tempo e tive um grande aprendizado sobre a importância da agilidade e dos processos para uma boa rede logística. Posteriormente, fiquei quase quatro anos na área comercial da Rede Renault/Nissan e mesmo com um relevante desenvolvimento, optei por retornar para a área de logística por acreditar no seu futuro.

Como foi esse retorno para a logística?
Foi na Atlas Transporte e Logística, e lá tive a oportunidade de trabalhar por mais de 10 anos em uma das maiores e melhores empresas de armazenagem e transporte do Brasil. Dirigi as áreas de novos negócios, comercial, operacional e projetos. Esse histórico de longevidade e a oportunidade de conviver com grandes mestres me aprimoraram para desafios ainda maiores.

A Atlas foi adquirida pela Femsa, como foi essa experiência?
Trabalhei por dois anos em uma das maiores empresas da América Latina, que está investindo para se tornar o maior prestador de serviço em logística da região. Apoiei o processo de aquisição e desenvolvimento do negócio na América Latina. Foi um grande momento!

Você também tem auxiliado governos e associações...
Nesse período, participei do desenvolvimento de trabalhos públicos relativos à logística, como o Plano Diretor de Logística e Transportes (PDLT), do Estado de São Paulo e o Plano de Excelência em Logística e Cargas (PELC), do Estado do Rio de Janeiro. Tenho a maior satisfação em participar de projetos assim. Acho que é até um dever com a logística e com o País.  




 

 

FALE CONOSCO                         55-11-3668-5513                         COMUNICACAO@ABRALOG.COM.BR
  APOIADORES