BBM Logística tem resultados positivos no 1º. trimestre

A BBM Logística teve resultados positivos no 1º. trimestre deste ano, com receita líquida de R$ 226,8 milhões, o que representou aumento de 68,8% na comparação com o mesmo período de 2019. O EBITDA cresceu 27%, para R$ 20,1 milhões, na mesma base de comparação.

“Apesar das adversidades trazidas pela pandemia, a companhia se mostrou vitoriosa em suas ações para garantir as operações e a cadeia logística dos clientes, o abastecimento da população, a empregabilidade dos seus colaboradores e o pleno andamento do negócio”, afirma André Prado, CEO da BBM Logística.

Os resultados foram positivos tanto no segmento DCC (Contratos Dedicados para Florestal e Inbound/Outbound para a indústria) quanto no TM (Gestão de Transportes em Lotação, Fracionado, Intermodal e Internacional).

No DCC, além de início de implantação de projetos fechados no ano anterior – com destaque para a operação de gases do ar –, a BBM Logística assinou novos contratos, como uma operação no setor de armazenagem para um cliente já existente e a entrada de novo cliente do setor petroquímico, que contratou serviços de transporte, movimentação in-house e gestão dos centros de distribuição, ambos com início das operações previsto para o 2º. trimestre deste ano.

Já no segmento TM, houve crescimento expressivo devido à consolidação da Translovato, tanto na receita quanto no resultado do segmento, atestando o acerto da estratégia de aquisições da companhia. A manutenção e melhor gestão dos clientes atuais no segmento resultou em expansão das margens frente ao 1º. e ao 4º trimestre de 2019.

O desenvolvimento da maior plataforma tecnológica aplicada em logística na América Latina também foi um ponto de destaque no período. O desenvolvimento in-house de uma ferramenta para otimização logística entrou na fase de modelagem e aplicação do algoritmo, ação essencial para garantir a busca por melhores soluções para os clientes e para o mercado. A companhia também evoluiu no desenvolvimento do seu TMS e na ferramenta de Digitalização da Demanda e Oferta (DDO), em parceria com a TOTVS, entrando na fase de User Experience (UX), em que os especialistas da TOTVS e líderes do projeto entrevistaram e desenharam os processos e atividades de cada área da companhia.

Reação imediata ao coronavírus

Assim que o Covid-19 começou a mostrar sinais de disseminação no Brasil, a BBM Logística instituiu seu comitê de crise e estruturou seu plano de contingência. O plano detalha as ações para garantir a preservação da saúde dos seus colaboradores e o comprometimento com a plena operação dos seus clientes. Já o comitê de crise, que inclui pessoas do conselho de administração, presidência e diretoria, elegeu um gerente de crise com plena experiência em processos similares e definiu dez mandamentos de enfrentamento e mitigação das consequências da pandemia.

Esses mandamentos permitiram uma rápida disseminação dos protocolos de segurança na empresa, que vem atingindo excelentes resultados em relação a segurança de seus colaboradores e garantiram a plena manutenção nos níveis de serviço prestados.

O plano também contempla requisitos especiais para motoristas que estão em maior nível de exposição, como entregas em hospitais e residências.

A BBM tem em sua carteira clientes dos setores farmacêutico, alimentício, higiene e limpeza, papel e gases do ar, que são essenciais para a manutenção dos pilares básicos da sociedade A atuação da companhia nesse período de crise reforça a importância do segmento logístico como elo fundamental para viabilização de períodos de isolamento durante epidemias.

Avaliação permanente

A Administração e o Comitê de Crise da BBM continuam a avaliar de forma permanente os possíveis impactos do surto nas operações e na posição patrimonial e financeira da companhia, e tem implementado as medidas apropriadas para mitigação dos riscos identificados.

Considerando a imprevisibilidade da evolução do surto e dos seus impactos, não é atualmente aconselhável fazer uma estimativa do efeito financeiro do surto nas receitas e fluxos de caixa operacionais. No entanto, lembra Marco Modesti, CFO da BBM, “é importante salientar que como a BBM opera em segmentos essenciais do mercado, e tem parcela relevante de suas receitas vinculadas a contratos dedicados de longo prazo, o impacto da pandemia nas operações da companhia, até o momento, não é significativo”.

Futuro

A BBM continua investindo em novas operações, avaliando oportunidades de aquisição no mercado de logística e crescendo organicamente. “Mesmo sendo praticamente impossível não sermos afetados por uma das maiores crises globais da história, tivemos muita calma e resiliência para manter nosso planejamento estratégico. Estamos trabalhando muito, evoluindo em processos e como organização, e atentos para as oportunidades que devem surgir, seja em aquisições que melhorem nossa capacidade de gerar soluções, seja para retomar o nosso processo de oferta inicial de ações(IPO)”, reitera André Prado.



Deixe uma resposta