Centenária Pitney Bowes faz sua filiação na Abralog

Nova associada da Abralog, a Pitney Bowes é uma empresa de tecnologia americana especializada em soluções de logística, envio de documentos, encomendas e pacotes, fundada em 1920, por Arthur Pitney e Walter Bowes, em resposta a uma necessidade do Serviço Postal dos Estados Unidos.

Nesta entrevista, Samuel Caparrotti, Country Manager da empresa no Brasil, fala dos planos da companhia e o que ela espera construir nos próximos anos. A Pitney Bowes está sediada em Stamford, Connecticut e, em outubro de 2021, empregava aproximadamente 11.000 pessoas em todo o mundo.

Por que a empresa se filiou à Abralog?

A Pitney Bowes já possuía esta parceria há alguns anos. A retomada da estratégia junto à Abralog faz parte de toda transformação que a empresa está passando para aperfeiçoar seu posicionamento no mercado, reforçar a relação com diversos setores e incrementar seus negócios, trocando experiências de mercado e novas soluções.

Como é atuação da Pitney Bowes no País?

Hoje, a Pitney Bowes tem um escritório no Brasil, sediado em São Paulo, conta com um quadro de 120 funcionários. E temos uma cobertura nacional através de nossos canais de representação.Nossos principais produtos são divididos em categorias, sendo elas: equipamentos para e-commerce e logística com a linha One Ship, que atende desde à cubagem até o uso de sorters; equipamentos e sistemas de postagem que atendem às demandas dos Correios; sistemas de otimização e gerenciamento de processos, demandas e documentos, além de envios e transporte de pacotes e encomendas com a linha PB One; armários inteligentes, e equipes alocadas para toda a gestão da expedição de empresas.

Pela experiência da PB no Brasil, que tipo de análise sobre a logística brasileira essa vivência permite fazer?

A PB participou e tem participado do crescimento do mercado logístico no Brasil, através do fornecimento de soluções inteligentes de cubagem e separação de pacotes para transportadoras, comércios virtuais, atacadistas e varejistas que estão em busca de soluções para reduzir custos, aumentar eficiência, produtividade e competitividade.

Uma grande tendência é a manutenção desse crescimento dos segmentos de varejo online puxando a contratação de galpões, não só no eixo São Paulo-Rio de Janeiro, mas distribuindo a malha logística para as cidades com maior poder aquisitivo onde podemos contribuir com nossas soluções. A logística deve acompanhar o desempenho econômico. No entanto os cenários não são tão otimistas nas questões de custos atrelados ao desenvolvimento, crossdocking e entregas. Com isso a parte de investimentos e tomadas de decisões acaba sofrendo estagnações ou postergações financeiras para o avanço da automação neste setor.

O que a empresa quer ser daqui a cinco anos?

Estamos trabalhando forte para nos consolidarmos no mercado nacional e nos tornarmos referência em soluções logísticas para a América Latina.

Quais são os planos de crescimento da PB?

Estamos trabalhando no desenvolvimento de novas soluções para o mercado logístico focado em maiores capacidades de separação de pacotes e soluções focadas na indústria onde hoje há a necessidade de maior agilidade, acuracidade e produtividade nas áreas de armazenagem, separação e embarque de produtos.

Também estamos investimento no desenvolvimento de novas soluções para gestão através de nossos sistemas como o PB One Tracking (sistema de rastreamento e controle no processamento de envios/entregas), PB One Service (sistema de gestão de demandas altamente customizável, que facilita a comunicação entre as diferentes áreas de uma organização) e PB One DOC (Gestão Eletrônica de Documentos, que permite a digitalização, armazenamento e categorização com segurança e agilidade).

Nós contribuímos para o sucesso de diferentes perfis de negócio, fornecendo soluções para entregas inteligentes, seguras e sob medida, valorizando parcerias construídas com confiança e responsabilidade socioambiental aos nossos clientes. Aqui na Pitney Bowes nós fazemos a coisa certa da maneira correta, respeitando colaboradores, clientes, parceiros e fornecedores com máxima qualidade.

Foto: Divulgação



Deixe uma resposta