Criada há menos de 10 anos, Pathfind, nova associada Abralog, busca ser Unicórnio

A história que se segue, da Pathfind, começa em 2011, e pode se transformar brevemente num fenômeno conhecido como Unicórnio. Neste ano de pandemia, por exemplo, essa plataforma que oferece soluções de Inteligência Artificial para a operação logística, e área de vendas, já tem crescimento de 56% – e pela previsão do Presidente de seu Conselho, Antonio Wrobleski Filho, o faturamento deve dobrar em 2020. Engenheiro com especialização pela New York University, e carreira que incluiu a Presidência da Ryder, e as diretorias-Executivas de DHL e Hertz,  Wrobleski, que também é conselheiro da BBM Logística, conta nesta entrevista, o que é a Pathfind, fala de sua concepção, do momento da logística, e do Brasil pós-pandemia.

Por que a Pathfind foi criada, qual foi a ideia inicial?

A Pathfind foi criada dentro de um ambiente universitário, quando os fundadores, Eduardo Batista, o CEO da empresa, e Cesar Lopes, seu Diretor Comercial, enxergaram uma possibilidade de melhorar a distribuição e a visibilidade ao longo da cadeia logística. A empresa foi fundada em 2013, mas incubada em 2011. Em novembro de 2018, ela recebeu investimento para crescer em produtos e vendas, e se tornou uma S/A – constituiu um Conselho de Administração e começou a ser auditada por uma das Big 4.

A Pathfind, em sua declaração de princípios, apresenta governança corporativa e compliance como um diferencial, um cartão de visitas. Fale um pouco disso.
A empresa prima pela ordenação de processos, e tem compliances para poder se alinhar aos mais de 350 clientes que possui, em sua maioria grandes empresas e multinacionais, como Nestlé, DHL, Fedex, Votorantim. Seu tripé de sustentação é Processo, Produto e Inovação.

No mês de março tínhamos um mundo, e já estamos num outro, em que a digitalização é protagonista…

A pandemia foi o grande fator disruptivo que forçou a tomada de decisões, e antecipou planos estratégicos e tecnológicos para significativo número de empresas. No nosso Road Map, porém, já contemplávamos esse esforço de digitalização, tanto que tínhamos investido mais de 4.000 horas em produtos para completar esse ciclo, quando o Covid 19 surgiu.

E como foi atravessar esses meses de pandemia?
Os resultados vieram: crescemos 56% entre janeiro e julho – e a curva mostra que devemos dobrar nossa receita em 2020. Estamos lançando o Otimizador Dinâmico agora em agosto (de 2020), que vai ao encontro das ansiedades do e-commerce na ultima milha.

O que é o Otimizador Dinâmico?
O Otimizador Dinâmico é um aplicativo de Machine Learning, que permite fazer correções e adições durante uma rota de entrega, com base em algorítimos. Um equipamento que sai para entrega, pode fazer, por exemplo, um pick up, por indicação do Otimizador Dinâmico, que dá a ‘ordem’ de acordo com as regras de negócio do cliente em questão. É uma tomada de decisão muito rápida, benéfíca para a last mile.

O que a Pathfind quer ser daqui a 5 anos?
A Pathfind deverá atingir 7% de market share e ser um Unicórnio.

Como vê a logística brasileira?
O Brasil é altamente carente em infraestrutura logística, investe menos de 1% do PIB, e nesse ambiente a Pathfind torna-se ferramenta que ajuda as empresas a superar esse grande nó.

Para onde vamos, como será a retomada?
Vamos ter um 2021 muito difícil, e a retomada será lenta, mas a luz no final do túnel começará a aparecer em 2022.

Por que a empresa se associou à Abralog?
A Pathfind acredita que a Abralog representa as necessidades e aspirações do segmento, e que devemos fortalecer nossas lideranças.



Deixe uma resposta