E-commerce do Grupo BBM Logística cresce 83% no primeiro trimestre de 2021

A BBM Logística, operador logístico rodoviários do Mercosul, anunciou os resultados do primeiro trimestre do ano, que indicam forte crescimento de receita e expansão significativa das operações de last mile.

“Mantivemos nosso ritmo de crescimento acelerado combinando expansão orgânica e aquisições. O faturamento das empresas adquiridas em 2020, Translag e Diálogo, somado a novos contratos e clientes em todas nossas unidades de negócios compuseram este ótimo resultado.” – Marco Modesti, diretor Financeiro e de Relações com Investidores.

Expansão do e-commerce

A Diálogo, empresa do Grupo BBM adquirida em dezembro de 2020 e cujo foco são operações de last mile e e-commerce, continua em rápido crescimento, tendo aumentado o volume de entregas em 83% na comparação anual, totalizando 2,2 milhões de entregas no trimestre.

“A integração com a BBM está sendo muito rápida e positiva, enxergamos diversas oportunidades de combinar a malha logística nacional da BBM com nossa tecnologia de entregas last mile para consolidar nosso posicionamento em e-commerce.” – Ricardo Hoerde, fundador da Diálogo e Diretor de E-commerce da BBM.

Divisões de negócios

Entre as divisões, a área de TM (Transportation Management), que inclui os serviços de carga fracionada, e-commerce e carga geral operando em modelo asset-light, cresceu 45% na comparação anual e representou 69% do faturamento da BBM.

Na divisão DCC (operações logísticas dedicadas), a resiliência dos contratos de longo prazo e novas operações resultaram em crescimento de 14% na comparação anual.

“Além da integração das empresas que nos abrem novos mercados e serviços, expandimos a operação de carga fracionada para o Centro-Oeste e Nordeste, lançamos novos serviços como o MRO (serviços especializados de abastecimento de indústrias) e aumentamos nossa carteira de clientes. Nosso posicionamento end-to-end com um amplo portfólio de serviços cobrindo toda a cadeia logística nos oferece diversas oportunidades de crescimento e cross-selling.” – Andre Prado, CEO da BBM.

Aumento do EBITDA 

O EBITDA ajustado cresceu 20,6% na comparação anual atingindo R$ 25,5 milhões no trimestre. A margem EBITDA foi de 8,5% impactada por aumentos na estrutura corporativa realizados para suportar os planos de expansão da empresa, além da sazonalidade normal do setor em que o primeiro trimestre costuma ter menor volume e faturamento e, portanto, menor diluição dos custos fixos. Excluindo gastos não recorrentes relacionados à integração das empresas adquiridas, o EBITDA aumentaria para cerca de R$ 26,3 milhões e a margem EBITDA para aproximadamente 8,8%.

Em relação ao lucro líquido, no resultado acumulado de 12 meses, a empresa atingiu R$ 10,7 milhões, 26% de crescimento na comparação anual.  No trimestre, reportou prejuízo de R$ 814 mil, melhorando o desempenho em relação ao prejuízo de R$ 2,7 milhões do ano anterior. E, mesmo com o impacto da sazonalidade negativa normal do setor no primeiro trimestre, este valor teria sido positivo se excluídos os gastos não recorrentes mencionados acima e as despesas de M&A que, juntos, totalizaram cerca de R$ 1,8 milhão no trimestre.
Solidez financeira

A BBM terminou o trimestre com R$ 125 milhões no caixa e índice Dívida Líquida / EBITDA dos últimos 12 meses até março/2021 de 2,2x com posição financeira sólida e capacidade para novas aquisições. Em março de 2021, concluiu a emissão da sua segunda. debênture no montante total de R$ 240 milhões.



Deixe uma resposta