Em maio, 42,8% dos transportadores devem reduzir funcionários, diz CNT

Até o final de maio, 42,8% dos transportadores devem reduzir quadro de empregado, informa o boletim semanal do Sistema CNT, distribuído hoje, 8.5.2020, com base em pesquisa feita entre os dia 20 e 24 de abril. “Ainda que trabalhem pela manutenção dos empregos, 33% dos transportadores já precisaram realizar demissões devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus”, diz o texto.

Segundo a publicação, do total de transportadores que ainda não demitiram (54,3%), 18,1% pretendem realizar cortes. Assim, é possível que, até o final de maio, 42,8% dos transportadores tenham realizado redução nos seus quadros de empregados.

Dos transportadores entrevistados que já realizaram demissões, 72,7% demitiram até 49 empregados; outros 11,1% realizaram a demissão de cem ou mais empregados. Os dados fazem parte da segunda rodada da Pesquisa de Impacto no Transporte – Covid-19, que tem foco nas relações trabalhistas, publicada nessa quinta-feira (7).

O levantamento foi realizado com 600 empresas de transporte de cargas e de passageiros de todos os modais.



Deixe uma resposta