Entrevista: Bruno Pinotti, Diretor Comercial da Kivnon, nova associada

A Kivnon é uma empresa internacional, com sede em Barcelona, que foi fundada em 2009 a partir de solicitação de um cliente do segmento automobilístico, que necessitava desenvolver  veículo guiado automaticamente (AGV). “Com o sucesso dessa primeira implementação, novos pedidos e novos clientes chegaram a nós, e com isso surgiu a oportunidade de fundar uma empresa especializada em soluções de robótica móvel”, diz, nesta entrevista, o Diretor Comercial da Kivnon, Bruno Pinotti. Graduado, em Engenharia de Controle e Automação pela Universidade Federal de Itajubá, com pós-graduado em Administração de Negócios pelo Insper, Pinotti já atuou em diferentes segmentos da indústria, tanto no Brasil como no México, em áreas como a automobilística, automação industrial e sistemas de refrigeração comercial, passando por empresas como IMI Norgren e Hussmann.

Quais suas principais áreas de atuação?
Oferecemos soluções completas de automatização de processos intralogísticos com veículos guiados automaticamente (AGV) e com robôs móveis autônomos (AMR), utilizando o conceito de projetos “chave na mão”. Nossas soluções podem ser aplicadas em diferentes segmentos da indústria, destacando-se o automobilístico, alimentos e bebidas, e-commerce, centros de distribuição, farmacêutico, dentre outros. Desenvolvemos e fabricamos nossos próprios equipamentos, e atuamos muito próximo aos clientes desde a concepção inicial do projeto e das rotas, até a implementação.

Como a companhia está estruturada? Em quais Estados?
A matriz da Kivnon fica em Barcelona, Espanha, e possuímos outros 10 escritórios localizados em diferentes países da Europa e das Américas. No Brasil, nosso escritório está localizado na cidade de São Paulo, onde contamos com um showroom
para demonstração aos nossos clientes e onde mantemos nossa estrutura local para desenvolvimento de todos os projetos em território nacional.

Qual o diferencial, ou diferenciais da Kivnon?

As soluções da Kivnon apresentam muitos diferenciais, mas podemos destacar os principais como sendo: a qualidade, robustez e solidez de seus veículos AGV/AMR, reconhecidos pelos clientes como equipamentos que não interrompem o fluxo logístico
de suas fábricas; o amplo portfólio de produtos, com 5 famílias diferentes de AGV/AMR que atendem à diferentes aplicações e formas de transporte de materiais; uma tecnologia amigável ao uso, o que se traduz ao cliente como uma maior
liberdade, flexibilidade e autonomia para realizar alterações em seus circuitos de AGV/AMR; e, finalmente, a proximidade e amplo conhecimento de nossos clientes.

O que a empresa quer ser daqui a 5 anos?
Buscamos ser reconhecidos como uma referência tecnológica mundial no desenvolvimento e implementação de soluções em robótica móvel, com uma proximidade cada vez maior aos nossos clientes nos diferentes segmentos do mercado brasileiro.

Nesse momento de revolução tecnológica, como vocês avaliam o estágio das tecnologias disruptivas?
Já faz muito tempo que a evolução das tecnologias atuais e o surgimento de outras novas ocorre a uma velocidade impressionante, e não podemos negar os benefícios que trazem para as empresas, processos e pessoas, quando utilizadas de maneira consciente e para o bem de todos. Além disso, estamos atualmente em um estágio onde o impacto destas tecnologias aumenta exponencialmente quando combinadas entre si, reforçando o conceito de Indústria 4.0 tão comum hoje em dia.

Entretanto, o fator humano continua sendo o grande diferencial nas empresas, pois somente os seres humanos possuem a capacidade intelectual de explorar a sinergia de utilizar estas diferentes tecnologias em um mesmo processo ou aplicação.

Como está sendo enfrentar a pandemia?
A situação de pandemia que estamos vivenciando, sem dúvida nenhuma, se apresentou como uma variável inesperada e de elevado impacto para todas as empresas. Tivemos todos que nos adaptar a normas formas de trabalho e, principalmente, de interação entre colaboradores, clientes e fornecedores. Entretanto, este período está se mostrando de muitas oportunidades novas também, com o crescimento do segmento de e-commerce, de novos centros de distribuição sendo construídos, e a necessidade crescente das empresas em ter processos produtivos cada vez mais eficientes que permitam maior otimização de seus custos de operação. Também neste entorno, muitas empresas começaram a mostrar uma preocupação grande com a vulnerabilidade de alguns de seus processos quanto à riscos de contágio entre colaboradores, e neste caminho as soluções de automatização com robótica móvel oferecidas pela Kivnon contribuem para a redução deste risco.

Por que a empresa se associou à Abralog?
Decidimos nos associar à Abralog com o objetivo de estarmos mais próximos ao mercado logístico brasileiro, entendendo quais são as necessidades das grandes empresas para esta área tão importante das operações e de que maneira podemos
auxiliá-los com a experiência que trazemos na Kivnon, além de explorar as oportunidades de desenvolvimento de relacionamentos que esta entidade promove entre seus associados.



Deixe uma resposta