Entrevista | Paulo Torres, Diretor de logística da associada Cclog

Quais os motivos que levaram à criação da Cclog?
A CCLOG foi fundada em 2015 com o conceito de Logística Expressa com custos reduzidos, ou seja, somente geramos despesas quando há geração eminente de receita, de forma que ao receber uma carga a operação liga o “Start” e aciona os veículos agregados para iniciar a operação. Temos apenas três veículos próprios e doze agregados. Com isso, nós temos o menor capital imobilizado possível e conseguimos nos adequar facilmente à época de baixa do mercado, com o menor custo fixo possível. Esse modelo foi adotado para ser competitivo diante dos grandes que possuem alto custo fixo e, consequentemente, serviços bem mais caros. A criação da empresa se deu para atender um mercado cada vez mais exigente e promissor que é o de logística rápida de entregas aliada à tecnologia de informação em tempo real. Todos os nossos clientes acompanham em tempo real as operações.

Em quais ramos prioritários a Cclog atua e qual a estrutura logística da empresa?
Atuamos no segmento de armazenagem e distribuição, inclusive na área farmacêutica onde nos certificamos na ANVISA para operarmos com medicamentos.

Por que a Cclog se filiou à Abralog?
Com intuito de criar rede de relacionamentos com os grandes parceiros do sul.

Como é a estrutura logística da região em que a Cclog atua? Quais as principais dificuldades?
A nossa maior dificuldade são as entregas em zona rural, porém é um mercado que não podemos deixar de atender. Com o advento da internet, hoje, todo mundo compra e precisa receber em casa.

O que a Cclog espera ser daqui a 5 anos?
Atender todo o estado de Pernambuco e dobrar o tamanho da empresa.



Deixe uma resposta