Governo Federal estabelece novas diretrizes para diálogo com os caminhoneiros

A 34º reunião do Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Cargas (TRC) terminou com o estabelecimento de novas estratégias para destravar gargalos logísticos. O encontro, realizado pelo Ministério da Infraestrutura, no dia 9 de outubro,  em Brasília, reuniu caminhoneiros e representantes do setor com o objetivo de debater soluções para desburocratizar o setor e melhorar a vida da categoria.

O Fórum, promovido pelo Ministério da Infraestrutura, reúne governo, empresários, sindicatos e federações em busca de ações para melhorar as condições de trabalho nas estradas do país. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou dos debates e reforçou a importância dos temas discutidos. “O governo está discutindo com a categoria estratégias de estímulo ao cooperativismo, além de novas linhas de crédito que irão diminuir as exigências e facilitar o acesso de caminhoneiros a linhas de crédito voltadas para manutenção da frota, com juros mais baixos e prazos maiores”, afirmou.

Para o presidente do Sindicato de Ourinhos (MG), Ariosvaldo Almeida, o Fórum tem contribuindo para resolver conflitos relacionados à categoria. “Estamos resolvendo problemas antigos, que foram abandonados por mais de 30 anos por outros governos”, ressaltou.

VOCÊ NO AZUL

Outra novidade apresentada na 34º reunião do Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Cargas foi a presença do caminhão da Caixa Econômica Federal, que ficou estacionado nos dois dias (9 e 10/10), no estacionamento do Minfra para que os caminhoneiros autônomos tivessem a oportunidade de renegociar suas dívidas com a CEF. A campanha Você no Azul oferece descontos de até 90% para regularização de contratos comerciais com atraso há mais de um ano. Os descontos variam de acordo com a situação dos contratos e o tipo de operação de crédito.

Para subsecretária Executiva, Viviane Esse, essa oportunidade que a Caixa trouxe para o Fórum é uma das medidas que ajudam na desburocratização e facilitam a vida do caminhoneiro. “É uma categoria que trabalha muito, às vezes não tem oportunidade de parar e ir a um banco conversar sobre as linhas de crédito. Então eles estão aqui tirando dúvidas, numa ação combinada da Caixa com o Governo Federal, para que o caminhão vá para onde os caminhoneiros estão”, destacou.

INFRA BR

Outra medida anunciada foi a nova plataforma que será lançada em breve pelo Governo Federal. O aplicativo Infra BR, desenvolvido pelo Serpro, em conjunto com o Ministério da Infraestrutura, que tem por objetivo facilitar a jornada dos caminhoneiros. Comodidade, segurança e transparência das informações no relacionamento com o governo são os grandes objetivos a serem alcançados por esta solução. O app já está disponível gratuitamente na Google Play e Appstore.

CARTÃO CAMINHONEIRO

Durante o Fórum, os caminhoneiros puderam adquirir o Cartão Caminhoneiro Petrobras. A novidade foi desenvolvida especialmente para o caminhoneiro autônomo, que poderá garantir a compra do diesel sem variação no preço no período de até 30 dias.

Segundo o caminhoneiro autônomo, Vantuir Rodrigues, que adquiriu o cartão durante o Fórum, a iniciativa vai facilitar a vida do caminhoneiro. “Com o cartão, poderemos garantir a segurança para trabalhar com tranquilidade e não vamos mais ficar sujeitos à variação dos preços dos combustíveis”, destacou Vantuir.

CANAL DE DIÁLOGO – Criado pelo Ministério da Infraestrutura, com o objetivo de deliberar e desburocratizar o setor de transporte de cargas no país, o fórum representa 2,6 milhões de caminhoneiros, 37.386 empresas, 1.584 sindicatos e 75 federações. O objetivo do Ministério é que o evento seja o principal canal de diálogo entre os representantes do transporte rodoviário de cargas do país, reforçando o debate e a unificação de esforços entre o Governo Federal e as entidades de apoio e representação nacional das categorias ligadas ao setor.

AÇÕES – O Ministério da Infraestrutura vem mantendo uma política de fortalecimento do diálogo com as entidades representativas de embarcadores, transportadores e caminhoneiros autônomos. O primeiro compromisso assumido e cumprido foi a retomada e a reformulação do Fórum Permanente do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC).

Foto (capa): MInfra/Alberto Ruy

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

.



Deixe uma resposta