Jungheinrich já plantou 2.800 árvores em parceria com Associação Copaíba

Jungheinrich, uma das líderes globais em soluções de intralogística, lançou ação de sustentabilidade inédita no Brasil, por meio da qual já foram plantadas 2.800 mudas conforme ocorre a substituição de equipamento a combustão por um elétrico, da Jungheinrich, na proporção de 20 árvores a cada empilhadeira elétrica comercializada. Por outro lado, a estratégia poupou 162.400 árvores de fazer a neutralização das emissões que seriam geradas pelo uso dos equipamentos a combustão.

A ação, cujo mote é “Meio ambiente ganha em dobro”, é feita em parceria com a Associação Ambientalista Copaíba, organização sem fins lucrativos, que atua na preservação da Mata Atlântica.

A empresa Karina Plásticos, é um dos clientes que já participam da campanha. A empresa tem grande preocupação com o meio ambiente e tem em seu portfólio a linha Eko Karina (Polietileno Verde como matéria-prima produzida a partir da cana-de-açúcar e 100% reciclável): “Iniciamos nossa parceria com a Jungheinrich em 2020 com a aquisição de diversos equipamentos elétricos. Nossa meta é substituirmos todos os equipamentos a combustão. Ficamos muito felizes em participarmos do projeto “O meio ambiente ganha em dobro” contribuindo para um futuro melhor com o plantio de 20 novas árvores por equipamento adquirido.”, afirma Monica Galiati, responsável pela área de compras da empresa.

A Associação Ambientalista Copaíba é uma organização sem fins lucrativos qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e atua nas Bacias Hidrográficas dos rios do Peixe e Camanducaia em três áreas que se complementam: produção de mudas de árvores de espécies nativas regionais, restauração das matas nativas e sensibilização ambiental. Por isso, além de seu papel no reflorestamento, a associação possui um importante viés social, por auxiliar os pequenos produtores locais.

“Estamos muito otimistas com essa ação da Jungheinrich pois sensibiliza grandes empresas a pensarem de maneira diferente sobre a importância de se mudar a governança em prol do meio ambiente. A conta tem de ser feita a longo prazo. Se uma árvore demora em média dois anos para atingir a sua maturidade, a redução do efeito estufa só é possível com uma cadeia de ações perenes e genuínas”, ressalta Flavia Balderi, secretária executiva da Associação Ambientalista Copaíba.

Empresas de diversos segmentos como de alimentos, bebidas, supermercados, atacado, papel e celulose, autopeças, plásticos e outros, já aderiram a ação de sustentabilidade. A empresa fará comunicados periódicos ao mercado com a evolução da campanha e árvores impactadas no projeto.

“Queremos oferecer às empresas uma oportunidade adicional para contribuir para a redução de emissões de gases de efeito estufa, o que também está em consonância com as boas práticas de ESG. Precisamos nos conscientizar que este compromisso com a redução da emissão de gases não deve estar restrito aos veículos de transporte rodoviário (caminhões, ônibus) mas precisa também ser estendido para o transporte interno das empresas”, explica Vigold Georg, vice-presidente da Jungheinrich para a América Latina.

Reflorestamento e desenvolvimento social – Todo plantio das árvores é acompanhado por certificados atrelados a cada muda e, também, do SIPE (Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimento). Para isso, a Jungheinrich passa a ter uma área em seu nome aberta à visitação e onde o plantio é auditado. Os clientes, por sua vez, se desejarem, também poderão contribuir com o plantio de mudas adicionais ao projeto.

A Jungheinrich é uma das pioneiras em equipamentos elétricos no setor intralogístico. Em 2019, 97% do total de equipamentos produzidos pela empresa foram elétricos, com uma participação crescente de equipamentos com bateria de íon-lítio.

EcoVadis 2021: Platinum Top 1% Sustainability Rating – A Jungheinrich AG, recebeu em 2021 a Certificação Platinum, o mais alto certificado de sustentabilidade atribuído pela agência de classificação EcoVadis.

Como uma das instituições líderes mundiais em avaliação de responsabilidade corporativa, a EcoVadis concede o status de platina apenas a 1% das empresas certificadas. No total, foram analisadas mais de 85.000 empresas.

A empresa – Uma  das líderes globais em soluções e gestão de armazenagem e fluxo de materiais, a Jungheinrich é uma das mais inovadoras, oferecendo a seus clientes consultoria e soluções de intralogística com um abrangente portfólio de empilhadeiras e sistemas automatizados de armazenagem. A Jungheinrich é uma empresa de capital aberto e tem suas ações negociadas na bolsa alemã. Com sede em Hamburgo, a Jungheinrich é representada mundialmente em 40 países e emprega mais de 18.000 pessoas em todo o mundo.

A Copaíba – A Associação Ambientalista Copaíba é uma organização sem fins lucrativos qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e atua nas Bacias Hidrográficas dos rios do Peixe e Camanducaia em três áreas que se complementam: produção de mudas de árvores de espécies nativas regionais, restaura- ção das matas nativas e sensibilização ambiental.

Karina Plásticos – É uma das maiores especialistas na produção de compostos do mercado mundial. Pioneira no país e referência em seu segmento há 40 anos, prima por encontrar soluções tecnológicas que atendam às necessidades de seus clientes. Este ano receberam o certificado e entraram para o hall das empresas que realizam “Gestão de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (GEE). Fonte: Jungheinrich | Crédito da imagem: Divulgação



Deixe uma resposta