quarta-feira, 19/06/2024

ASSOCIE-SE

Mercado Livre usa robôs para separar até 100 mil compras por dia no Brasil

A necessidade de entregar mercadorias cada vez mais rápido depende de avanços tecnológicos. É por isso que o Mercado Livre, um dos maiores players do segmento, está utilizando robôs para agilizar o processo de separação de produtos no centro de distribuição SP04 da empresa, em Cajamar, São Paulo.

Robôs garantem entregas mais rápidas do Mercado Livre

  • Diariamente, são processados no local cerca de 500 mil pedidos, ou seja, 347 por minuto.
  • Grande parte deste trabalho (cerca de 100 mil) já é realizada pelos robôs.
  • No total, o Mercado Livre utiliza 100 dispositivos.
  • Juntos, eles são capazes de levantar e mover 2,5 mil prateleiras diariamente.
  • Os robôs estão em fase de testes por três meses.
  • Após este período, o número pode ser ampliado para 334.
  • De acordo com a empresa, os equipamentos reduzem em 20% o tempo de separação de mercadorias compradas pelos clientes via internet, o que gera um ganho de produtividade e acelera as entregas aos consumidores.

Operações da empresa serão ampliadas no Brasil

Produzidos pela companhia chinesa Quicktron, os aparelhos são semelhantes a um aspirador-robô. Eles são amarelos e podem levantar até 600 quilos.

Robô utilizado pelo Mercado Livre

A autonomia de bateria de cada um é de oito horas. Após este tempo, eles retornam automaticamente para a base para serem recarregados antes de iniciar uma nova jornada de trabalho.

Um funcionário humano precisa ir com um carrinho até as prateleiras onde os produtos são armazenados aleatoriamente e identificados por QR Code. Quando necessário, prateleiras com rodinhas são movimentadas de um lado ao outro do centro por um trabalhador.

Com o advento dos robôs, tudo fica mais fácil e ágil. As prateleiras são levadas até um funcionário que as abastece com os produtos. Em seguida, elas vão para a unidade de embalagem e entram nos caminhões de entrega. Segundo o Mercado Livre, essa agilidade significa que os produtos são entregues mais rapidamente para os clientes.

Apesar dos temores, a empresa garante que não haverá demissões. Pelo contrário. A companhia prometeu mais 11 mil pessoas para as operações no Brasil até o fim de 2024. O Mercado Livre também vai criar dois novos centros de distribuição, em Porto Alegre e Brasília.

De acordo com dados da empresa de monitoramento online Conversion, o Mercado Livre é líder em acessos a sites de comércio eletrônico no Brasil, seguida pela Shopee e pela Amazon. OLX e Magazine Luiza são as únicas brasileiras a integrar a lista das cinco lojas digitais mais acessadas por consumidores no Brasil. As informações são do Terra.

Fonte: Olhar Digital

Foto: Leonidas Santana – Shutterstock / Divulgação

Abralog faz bem para sua logística.

Matérias Relacionadas

Abralog nas Redes

Últimas Matérias