Mobilidade: a IoT abre um novo mundo à sociedade

A mobilidade está presente desde os primórdios da vida em sociedade. Porém, não é possível pensar em nenhum momento em que o sentido exato da palavra foi aplicado de fato. Esse conceito envolve a todos e proporciona direito ao cidadão de ir e vir, além de usufruir de tudo aquilo que ele precisa para ter uma vida ativa e saudável.

Mas onde a Internet das Coisas (IoT) entra nesta história? Sabemos que para se locomoverem, principalmente em cidades que expandiram com o crescimento populacional, é necessário um meio e, dentre eles, temos carros, bicicletas, motos, ônibus, entre outros. Diante disso, o especialista em tecnologias disruptivas e CEO da Pointer by PowerFleet Brasil – referência em IoT para logística, Daniel Schnaider, afirma: “em um mundo que as pessoas precisam otimizar o trajeto e ter o direito de ocupar sua cidade, fica inviável não usar ferramentas tecnológicas para que a mágica aconteça”.

Schnaider explica: “A IoT é sinônimo de conectividade, é capaz de identificar diversos dados de comportamento, vias, direção, entre outros, processá-los e transformar tudo em ação, relatórios e soluções”.

Em qualquer um dos meios que possibilitam a mobilidade, a IoT pode estar presente, desde às e-bikes até os transportes coletivos, o ônibus, e as vantagens são inúmeras.

A e-bike e o patinete que vemos andando por aí, até mesmo com os Farias Limers, enquanto se deslocam seja para onde for, são extremamente passíveis de não voltarem aos devidos lugares para a utilização de outras pessoas. Por isso que a IoT é extremamente importante, pois tanto pode dar a localização de onde estão para serem recolhidos, como ativar a assistência caso precisem de reparos para os próximos usuários.

Já para os automóveis, as possibilidades são ainda maiores. Falamos de segurança para toda a sociedade com soluções como o driver feedback device, que pode não só monitorar se o motorista está se comportando diante ao volante, prever problemas com a manutenção do veículo, notificar autoridades em caso de colisão, bem como emitir avisos para uma central para que ambulâncias sejam enviadas com mais rapidez, aumentando a sobrevida das vítimas.  Ainda, reduz a poluição quando faz a economia de combustível e ajuda a reduzir roubos e fraudes.

Em todos os meios de locomoção, a detecção de pedestres e problemas nas vias é possível, sendo assim, a IoT traz o respeito pelo próximo e incentiva o amor à vida. Além de respeitar o meio ambiente, também reduz despesas públicas, uma vez que previne acidentes, libera os recursos hospitalares e de policiamento para outras ocasiões emergenciais.

Isso tudo é possível com um pequeno dispositivo instalado no meio de locomoção, que é sensível a tudo que acontece com o veículo, com o motorista e com o que está em volta. E, a cada emergência, o gestor da frota, ou responsável pelos equipamentos (bicicletas, patinetes, motos), seja ele qual for, receberá um aviso do problema e conseguirá tomar as medidas necessárias.

Considerando que no conceito de mobilidade é extremamente importante coexistir, ou seja, todos os elementos que compõem uma comunidade devem estar seguros, a IoT é a tecnologia propulsora para o convívio e bem-estar da sociedade.

Daniel Schnaider é CEO da Pointer by Powerfleet Brasil, líder mundial em soluções de IoT para redução de custo, prevenção de acidentes e roubos em frotas. Integrou a Unidade Global de Tecnologia da IBM e a 8200 unidade de Inteligência Israelense. Especialista em logística, tecnologias disruptivas, economista e autor da obra “Pense com calma, aja rápido”.

A Pointer by PowerFleet Brasil: A multinacional de origem israelense iniciou operações em 1994 e está presente no Brasil desde 2010. Em 2019, foi adquirida pela norte-americana PowerFleet®️. A companhia é especializada no desenvolvimento de ferramentas, serviços e tecnologias para gestão inteligente de frotas de empresas e locadoras, com foco em soluções de telemetria. Além de possibilitarem uma redução de custos em torno de 20%, seus produtos proporcionam o monitoramento remoto dos veículos, diminuindo a incidência de fraudes, desvios de conduta e roubo de cargas. Com mais de 3 milhões de produtos de telemetria vendidos reúne mais de 600 mil carros, motocicletas, caminhões e implementos rodoviários rastreados no mundo.



Deixe uma resposta