Pegaki lança serviço para consolidar envio de produtos de pequenos e-commerces

 A Pegaki coloca à disposição do mercado um novo modelo logístico que chega para atender as demandas de envios dos pequenos e-commerces. Denominado drop off points, o serviço possibilita que o empreendedor se dirija a um dos pontos de retirada e coleta da Pegaki e deixe sua encomenda. Após consolidar um volume de entregas no ponto, uma das transportadoras prestadoras de serviço passa no local, retira as compras e entrega na casa do cliente final.

A ideia com o lançamento do produto é permitir que os pequenos empresários disponibilizem suas encomendas em locais com horário operacional mais flexível, além de contar com as movimentações realizadas por grandes transportadoras.  Inicialmente, o drop off points está disponível apenas para a cidade de São Paulo, mas, sem revelar prazos, a Pegaki anuncia que o objetivo é expandir a área de atuação.

Segundo o CEO da Pegaki, João Cristofolini, o pequeno e-commerce é o que mais sofre com a logística no Brasil, por depender unicamente dos Correios, com uma série de problemas conhecidos por todos, e dificilmente consegue ser atendido por uma grande transportadora em função de seu pequeno volume de entregas. “Mas agora, consolidando os pedidos de vários pequenos e-commerces em nossos pontos de coleta, conseguimos oferecer o serviço de qualidade de nossos transportadores parceiros a um custo muito mais acessível ao pequeno e-commerce”, afirma.

Ainda de acordo com Cristofolini, a estratégia de focar inicialmente em poucos pontos da cidade de São Paulo tem relação com a tração do modelo. “A ideia é disponibilizar pontos de retirada e coleta em raios próximos aos e-commerces, permitindo a consolidação de volumes que tornem viáveis a coleta diária por parte das transportadoras, o que tende a reduzir preço, por que dá margem para negociação, além, é claro, de tempo de entrega. Com o tempo e com o modelo ganhando tração, nossa proposta é expandir o serviço para todo o Brasil”, garante.

Cristofolini completa dizendo que a companhia entende que a solução pode ser muito eficiente para o mercado de e-commerce como um todo e não tinha sentido deixar uma fatia, os pequenos, que representam quase 70% do segmento, de fora. “Seguimos ampliando nossa operação junto aos grandes players, mas queremos comunicar aos menores que as redes de pontos de retirada também são acessíveis e resolutivas para eles. O modelo drop off points é bastante comum em países da Ásia, Europa e nos Estados Unidos e nós acreditamos que essa mesma tendência deve se consolidar no Brasil.” A Pegaki conta atualmente com mais de 600 pontos de retirada espalhados pelo país. Informações da Tecnologistica. Imagem Pegaki



Deixe uma resposta