Abralog diz em ‘live’ do banco Safra 
que retomada virá com infraestrutura

Em ‘live’ realizada pelo Banco Safra, o presidente da Abralog, Pedro Francisco Moreira, disse que a retomada logística será difícil, e mostrará um cenário diferente, não só em função da forte crise, que vai deixar muitas empresas pelo caminho, mas também pelas mudanças que o isolamento provocou. Entre essas mudanças, ele citou o trabalho a distância, e, principalmente, a digitalização da cadeia de suprimentos, que será intensa nos próximos anos. A entrevista foi conduzida por Luiz Peçanha, analista do banco na área de Transporte e Logística, e assistida por clientes do Safra.

Para o presidente da Abralog, o grande problema do setor hoje é lidar com o fluxo de caixa. Pequenas e médias empresas não conseguem acesso à ajuda definida pelo governo, pois ela não chega nas pontas, ou seja, nos tomadores. Pedro Moreira fez breve apresentação da Abralog, chamando a atenção para os comitês de discussão que a entidade mantém, entre eles os núcleos de e-commerce, tecnologia e inovação, mobilidade urbana, gerenciamento de risco, indústria e varejo, logística farmacêutica, e multimodalidade, entre outros.

Moreira disse que apesar da crise, a construção da infraestrutura nacional deverá continuar no ritmo anterior à pandemia, pois os projetos e estudos continuaram durante a pandemia, assim como as estratégias de apresentação a investidores internacionais. Para o presidente da Abralog, a retomada econômica vai se dar em grande parte como decorrência dos investimentos na infraestrutura.



Deixe uma resposta