Terceirização de mão de obra logística reduz despesa de forma eficiente

ENTREVISTA | WALDEMAR OLIVEIRA, OXFORD UNIVERSITY PRESS

Segunda mais antiga universidade da Europa, a Oxford University tem a maior editora universitária do mundo, a Oxford University Press, que vende e distribui material didático para todo o planeta. Com unidade no Brasil há 22 anos, a OUP, como é conhecida, se utiliza da terceirização de mão de obra logística, um dos temas que o Portal Abralog explora nesta entrevista com Waldemar Augusto de Oliveira Filho, Gerente de Logística da quase milienar universidade, cujo primeiro registro de existência data de 1096, há 923 anos. Oliveira tem 22 anos de experiência em intralogística, e é também professor das Etecs  Carapicuíba e Osasco, do Centro Paula Souza, nas quais leciona duas dezenas de disciplinas.

Como a Oxford University Press adota a terceirização logística?
Nos momentos de pico. Nessas situações, contamos com os serviços da empresa Produslog. Ocorrendo uma necessidade específica acionamos o parceiro para o envio de colaboradores. Fazemos isso há aproximadamente 2 anos.

Como escolher um prestador de serviços para isso?
Critérios técnicos de qualidade e produtividade.

Qual o ganho da Oxford ao adotar a terceirização?
O ganho é de aproximadamente 20% em relação ao método tradicional.

Como era a logística pré-terceirização?
Com alguns gargalos no final da cadeia.

O que é a Oxford University Press?
É um departamento da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Somos a maior editora universitária do mundo, com publicações em todas as áreas do conhecimento, que são usadas por alunos e professores em todo o planeta. No Brasil atuamos com maior foco na área de ensino da língua inglesa, publicando materiais impressos e digitais para todas as idades.

Como funciona o negócio da Oxford University Press no Brasil?
Nossa equipe de consultores educacionais faz a promoção de nossos conteúdos, em reuniões com professores, coordenadores e gestores escolares, e uma vez que nossas soluções são adotadas por uma instituição, essa passa a receber nosso suporte para que haja o melhor uso possível das ferramentas, por professores e alunos, e relevantes resultados educacionais sejam alcançados.

Quantas são as escolas que usam o material da Oxford, no Brasil?
Há escolas usuários de soluções educacionais da OUP em todo o território nacional, tanto escolas regulares como também institutos de idiomas, que ensinam a língua inglesa. As escolas usuárias de nossas soluções não são franqueadas, porque a adoção é espontânea e não implica em compromissos de fidelidade ou outro qualquer. Podemos afirmar que as principais instituições de ensino de nosso país utilizam soluções educacionais da OUP.

O que envolve a logística da distribuição desse material?
As escolas e distribuidores compram nossos produtos e ai realizamos as entregas de acordo com as necessidades.

Faça um balanço da marca no Brasil?
Atuamos no Brasil desde a década de 1950, por intermédio de importadores. Entreando, em 1997 foi instituída a filial brasileira da empresa, e desde então temos desenvolvido soluções educacionais que atendem as necessidades do mercado educacional brasileiro, o que tem nos dados oportunidades de crescimento e desenvolvimento.

O que diz o planejamento estratégico para os próximos 5 anos?
Continuar a desenvolver soluções educacionais que atendam as demandas do mercado da educação, para dar apoio às instituições de ensino na formação de cidadãos informados e capazes de exercer plenamente sua cidadania.

Quais as principais dificuldades logísticas encontradas pela marca OUP no Brasil?
O desenvolvimento de parcerias na cadeia de suprimentos, além da malha de distribuição deficitária.

 



Deixe uma resposta