quarta-feira, 21/02/2024

ASSOCIE-SE

O impacto dos Condomínios Logísticos na economia

Sergio Maia 

Os condomínios logísticos são pilares essenciais no funcionamento e estratégia operacional dos varejistas, atacadistas, E-commerce, transportadoras e operadores logísticos, distribuidores, dentre outros segmentos importantes da economia.

Além de serem centros de armazenamento e distribuição, esses espaços representam um eixo crucial para a competitividade e eficiência da cadeia e malha logística no mundo empresarial impactando na economia das cidades onde são implantados. Vide os bons exemplos de Extrema-MG e Cajamar-SP, inclusive impactando na economia das cidades vizinhas, também.

Aqui apenas um ponto sobre Salvador, que está recebendo alguns novos empreendimentos A+, mas a vacância ainda é baixa o que torna o m² de Salvador um dos mais caros para locação no Brasil, inclusive mais alto que o raio 20 em São Paulo, abrangendo de Guarulhos à Cajamar, que é hoje a área com maior concentração de inquilinos e empreendimentos de Condomínios Logísticos do Brasil.

Eficiência impulsionada pelo compartilhamento de recursos

Os condomínios logísticos oferecem um ambiente onde as empresas compartilham recursos e infraestrutura, reduzindo significativamente os custos operacionais.

Compartilhar espaços, equipamentos e serviços logísticos não apenas reduz despesas, mas também maximiza a eficiência, aproveitando as vantagens da economia de escala.

Redução custos logísticos e a importância dos incentivos fiscais

Os maiores custos de inquilinos de condomínios logísticos, sem dúvidas, são a mão de obra e o transporte/frete. Por isto é importante o poder público, onde os condomínios logísticos são instalados, oferecer incentivos fiscais para atrair inquilinos e negócios para as cidades, assim como a geração de emprego, renda e arrecadação para os munícipios. Redução de ISS impacta no transporte dentro do município e serviços de mão de obra para os operadores logísticos, bem como a redução de IPTU, de taxas municipais e doação de terrenos públicos – ajudam na redução de despesas de todos os usuários dos Condomínios Logísticos, tudo isto traciona a implantação de Condomínios Logísticos.

As prefeituras e o poder público precisam fazer as contas e entender que o “trade-off”  da geração dos incentivos fiscais é muito mais benéfico do que maléfico para os cofres públicos.

Localização estratégica e acessibilidade como fatores-chave

Situados estrategicamente em áreas próximas a importantes vias e modais de transportes, preferencialmente, como rodovias, ferrovias,  portos, e/ou aeroportos, os condomínios logísticos garantem acessibilidade e agilidade na distribuição aos clientes finais, quer sejam rede de lojas, ou consumidores do “last mile”, termo muito usado nas empresas de E-commerce.

Essa localização estratégica contribui diretamente para uma boa capacidade das operações logísticas das empresas.

O pode público também precisa fazer sua parte em infraestrutura de rodovias, duplicações de vias rodoviárias e criação de anéis, instalação de ferrovias ligadas aos portos de suas cidades, assim como a instalação de aeroportos cargueiros bem estruturados dentro das capitais. O E-commerce e os produtos de alto valor agregado, como os farmacêuticos, exigem esta estrutura, senão os empresários colocam seu capital em outros estados e municípios.

Adaptabilidade como diferencial competitivo

A flexibilidade é uma marca registrada dos condomínios logísticos. Esses espaços são concebidos para permitir que as empresas atendam às flutuações de demanda e ajustem às mudanças do mercado. Essa capacidade de expansão ou redução do espaço conforme a necessidade proporciona agilidade, sem ônus de custos fixos a instalações exclusivas.

Aqui uma dica, de quem já participou de projetos de implantação, de várias centrais de distribuição dentro de condomínios logísticos: nunca faça uma locação de um espaço exatamente do tamanho que você precisa para aquele momento. A boa literatura logística indica que as locações de espaços sejam para atender, ao menos, 5 anos, após os estudos internos e análises logísticas serem realizadas.

Integração tecnológica e foco na inovação

Os condomínios logísticos adotam tecnologias avançadas para aprimorar a eficiência operacional.

Os sistemas de gestão inteligente, automação e rastreamento em tempo real do inventário otimizam os processos e garantem maior acuracidade de estoque, minimizam erros e aprimoram a qualidade dos serviços atendendo requisitos de SLA (nível de serviço) e Kpi´s (indicadores de performance).

Colaboração e sinergia como motor da inovação

Além dos benefícios econômicos, esses espaços fomentam a colaboração entre empresas.

A sinergia gerada entre negócios no mesmo ambiente possibilita parcerias estratégicas, compartilhamento de conhecimento e experiências, impulsionando a inovação e o crescimento coletivo dos inquilinos do mesmo espaço condominial.

Conclusão – A relevância justificada dos condomínios logísticos

Os condomínios logísticos transcendem a mera função de armazenamento e distribuição. Com seus benefícios em termos de eficiência, economia, segurança, flexibilidade e inovação, tornaram-se um ativo essencial para empresas que buscam operações logísticas ágeis e competitivas.

Foto: Divulgação

Matérias Relacionadas

Abralog nas Redes

Últimas Matérias