Abralog vê retomada com logística

A Associação Brasileira de Logística espera que o novo governo enxergue a logística como um dos principais caminhos para a retomada do crescimento econômico. “Isso pode ser feito pela construção da infraestrutura que não temos, mas com segurança jurídica, regras claras e retorno adequado para os investimentos”, disse o presidente da entidade, Pedro Francisco Moreira, durante o jantar de final de ano da Abralog, realizado nesta quarta-feira, 12 de dezembro de 2018, na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, quando foram anunciados os ganhadores do XVI Prêmio Abralog de Logística.

Segundo disse Pedro Moreira em seu discurso, há muito dinheiro no mundo para financiar essa infraestrutura que nos falta. “Não adiantam planos e mais planos. Planos já temos demais; somos bons nisso. Pecamos é na execução”, alertou. Moreira afirmou ainda que Abralog sempre está disponível para auxiliar o poder púbico, pois essa é uma das missões da entidade.

Ao falar do novo governo, o presidente da Abralog comentou que seu inicio poderia ser em situação bem mais favorável, não fosse a greve dos caminhoneiros, que trouxe um brutal prejuízo para todos os envolvidos: “Quase destruiu um ano promissor e quem fez a greve saiu dela pior do que entrou”.

O atual governo, de acordo com Pedro Francisco Moreira, brindou o País com um esdrúxulo tabelamento de fretes.

A greve conseguiu a façanha de desorganizar a produção, embolar a distribuição, desestruturar mais ainda o problemático sistema de fretes do País, além de deixar o governo à deriva e muito prejuízo aos grevistas”. Moreira mostrou que a greve fez com que o Brasil descobrisse pelo caminho mais doloroso a importância da logística – e de quebra ainda deixou claro que se tivéssemos a multimodalidade, muito pouco dos transtornos ocorridos teriam se verificado. Ao finalizar sua fala, convocou os presentes não-associados a fazer parte da entidade. “A Abralog fará bem para sua logística, não temos dúvida disso. Associem-se!”.

A CERIMÔNIA – O encontro, tradicionalmente realizado na Fiesp, reuniu associados e empresas filiadas. Marcio Frugiuele, diretor do Departamento de Infraestrutura da Federação, saudou os presentes relembrando essa pareceria de muitos anos. “A Fiesp é a Casa da Indústria e a Abralog é a Casa da Logística. A Fiesp, no entanto, também é a Casa da Abralog”, comentou.

Parceiras da Abralog, como a Informa UBM e Autotrac também se manifestaram. A primeiro organiza em março de 2019 a XXV Intermodal, a principal feira do setor de logística, transporte e comércio exterior da América do Sul (da qual a Abralog é o braço de conteúdo logístico), enquanto a segunda comemorou em 2018 duas décadas e meia de atividades.

Rodrigo Moreira, diretor de Estratégia de Infraestrutura da Informa UBM, o primeiro maior do mundo em eventos B2B, revelou que a Intermodal terá em seu ambiente a realização a XXII Conferência Nacional de Logística, a cargo da Abralog, que terá grade de palestras construída a partir de três pilares: intralogística, tecnologia e transporte.

Já Suellen Oliveira, gerente de marketing e relacionamento comercial da Autotrac, lembrou a presença da empresa como apoiadora do Prêmio Abralog de Logística pela terceira vez consecutiva. Sobre 2019 manifestou expectativa positiva: “É muito importante comemorar com vocês o final de mais um ano com resultados positivos para o nosso setor. A Autotrac está muito otimista para 2019 e podemos ajudar com nossa expertise na área de rastreamento e segurança para as cargas”.

Outro parceiro Abralog também presente foi Marcelo Fontana, presidente da OTM Editora. “Estar presente em uma solenidade como essa é um privilégio. Nos últimos meses, ouvimos muitos players do mercado e eles estão otimistas para o próximo ano. O Brasil tem muita lição de casa para resolver, mas o nosso setor tem um trabalho brilhante para os próximos quatro anos”.

No encerramento das solenidades, ocorreu mais uma vez o também tradicional sorteio de brindes. A Autotrac oferece um Autotrac mini, rastreador portátil, entregue por Suellen Oliveira ao ganhador Marcio Cassioli, da Manserv Logística, e a Gollog ofereceu passagem nacional de ida e volta para duas pessoas, brinde que o diretor de Logística da empresa aérea, Eduardo Calderón, sorteou e entregou a Fábio Miranda, da Martin Brower.
FOTOS ANTÔNIO FRUGIUELE



Deixe um comentário