Depois de comprar a Alcis, Senior Sistemas adquire a GKO

A Senior Sistemas acaba de anunciar a aquisição da GKO Informática, especializada na gestão de fretes para embarcadores e que atua no desenvolvimento de soluções tecnológicas de logística. O negócio faz parte da estratégia da Senior Sistemas de consolidar o mercado de softwares de gestão de logística e armazenagem, dois segmentos que tendem a crescer junto com a maior demanda por entregas de produtos comprados pela internet. Segundo a Senior, atualmente cerca de 40% das operações do e-commerce no Brasil já passam pelas suas soluções. A empresa não revelou o valor nem os termos da aquisição.
Fundada em 1987, a GKO possui matriz no Rio de Janeiro e escritório em São Paulo, contando com mais de 100 profissionais. A empresa oferece o GKO Frete, um sistema de gerenciamento de transporte (TMS, na sigla em inglês) que gerencia mais de 15 milhões de notas fiscais e três milhões de embarques a cada ano, o que corresponde a mais de R$ 6 bilhões.
Além disso, tem uma forte atuação na área de Business Process Outsourcing (BPO) para gestão de fretes, assumindo tarefas de auditoria e acompanhamento de entregas, por exemplo, para embarcadores.
Entre os seus mais de 300 clientes de 22 segmentos em todas as regiões do país, estão Adidas, AstraZeneca, Black & Decker, Eurofarma, Goodyear, HP, Intelbras, Johnson & Johnson, L’Oréal, Nike, Syngenta, Melitta, Volkswagen, Volvo, DPaschoal e Panasonic.
Com a venda, Ricardo Gorodovits e Rodolfo Oliveira, sócios da GKO, continuam com as suas funções, porém dentro da Senior. “Fazer parte de uma estrutura maior nos dá um alcance fantástico e novas perspectivas para atender ainda melhor aos embarcadores”, afirma Gorodovits.
Com a aquisição, a Senior pretende colaborar de forma significativa com as operações da indústria, onde tem clientes relevantes. “A GKO está em algumas das maiores empresas consumidoras de serviços de frete e transporte do Brasil e presente em diversos segmentos. Essa união reforça nossa atuação em praticamente todos os campos da cadeia logística, com possibilidade de cross-selling em várias direções”, destaca Carlênio Castelo Branco (foto), CEO da Senior Sistemas.
A Senior tem cerca de 40% das operações de e-commerce no Brasil passando pelos seus sistemas de TMS e gestão de armazenagem (WMS). Esta é a sua terceira aquisição em 2021 e a quarta no setor de logística entre as 23 empresas que já comprou.
Em janeiro, a empresa anunciou a aquisição da Novasoft, uma companhia colombiana com oferta de software de gestão similar à dos brasileiros, incluindo ERP e RH. Em fevereiro, comprou a Alcis, empresa de software WMS de São Paulo.
Sediada em Blumenau, Santa Catarina, a Senior tem 12 mil clientes e fechou 2020 com um faturamento de R$ 464 milhões, uma alta de 8% em relação ao ano anterior. A meta é chegar a R$ 500 milhões em 2021 e dobrar a cifra para R$ 1 bilhão até 2023. Parte do crescimento deve vir de aquisições. Foto Divulgação.


Deixe uma resposta