Em um ano, serviço de mecânica cresce 30% nas lojas de bicicletas

Principais resultados da Pesquisa Anual de Comércio Varejista
  • Existem, no Brasil, 10.056 lojas de bicicletas.
  • As vendas de bicicletas cresceram 34% no primeiro semestre de 2021 em comparação com o mesmo período de 2020.
  • 88% das lojas estão no regime do Simples Nacional.
  • As lojas têm, em média, 4 funcionários.
  • 83% das lojas de bicicletas venderam até 500 bicicletas no ano passado.
  • Metade das lojas de bicicletas tem mais de 10 anos de vida.
  • Em 3 anos, o crescimento de lojas que passaram a vender bicicletas elétricas foi de 150%.
  • 61% das bicicletas vendidas nas lojas têm valor de até R$ 3 mil. Bicicletas especializadas (a partir de R$ 10 mil) representam 5% das bicicletas comercializadas nas lojas.
  • Em média 42,5% do faturamento das lojas vem da venda de bicicletas inteiras (redução de 11% em comparação com 2020).
  • Em média 27,8% do faturamento das lojas vem do serviço de mecânica e revisão (crescimento de 30% em comparação com 2020).
  • 51% das lojas já fazem vendas online; destas, 38,2% se utilizam somente das plataformas de marketplace. O Mercado Livre é a plataforma mais utilizada  (71,4%). A Semexe, plataforma especializada no nosso mercado, já é utilizada por 10,2% dos lojistas.
  • 79% das lojas organizam e/ou apoiam grupos de pedal/ grupos de ciclismo locais.
  • 63% dos lojistas acreditam que venderão mais em 2021 do que em 2020; e 20% acreditam que o montante será igual; apenas 16% acreditam que 2021 será um ano pior do que 2020.
  • Segundo lojistas, a redução da carga tributária continua sendo a medida mais importante para aumentar o uso de bicicletas, sendo indicada como prioridade máxima por 66% dos lojistas.


Deixe uma resposta