A PWIT, nova associada Abralog, conta sua história de fusões e de crescimento

Entrevista | Marco Silva, Diretor Comercial da Peopleware IT

A Peopleware IT (PWIT), empresa que oferece soluções para frotas, como telemetria, roteirização e manutenção, tem uma história que passa por algumas fusões, que deram a ela projeção e robustez.  Na entrevista que se segue, Marco Silva, fala da história da companhia (são 34 colaboradores), diz porque se filiou à Abralog, e como foi enfrentar os primeiros momentos do coronavírus, entre outros assuntos. A PWIT tem sede em São Paulo e possui filial na região de Campinas (SP).

Por que o nome Peopleware IT?
Acreditamos que apesar de tantas evoluções, dois ingredientes importantes sempre serão pessoas (people) e software (ware), assim surgiu o nome Peopleware.

Quais os motivos que levaram à criação da empresa?
Os sócios estão no mercado de tecnologia há mais de 25 anos e com SAP desde 1998. Começamos empreender em 2007 com foco em recursos humanos e em 2009 já atuávamos com gestão para toda empresa (finanças, vendas, compras, estoque, serviços, produção etc.). Fizemos uma fusão em 2010 onde tivemos um crescimento substancial. Mais uma fusão ocorreu em 2013, que levou a empresa a faturar 200 milhões por ano. Em 2016, vendemos a empresa para investidores e por contrato ficamos 1 ano fora do mercado, voltando em 2018. Fomos convidados novamente pela SAP a atuar como um dos principais parceiros de soluções, mas dessa vez no mercado de PME. Ficamos fascinados com o projeto e hoje seguimos levando tecnologia de ponta com preços acessíveis. Nossas soluções são compostas pelo ERP SAP Business One + B1Log (solução para frotas que contém telemetria, roteirização e manutenção de frotas). Tudo isso numa plataforma robusta, moderna, em nuvem e com inteligência artificial e IoT (Internet das Coisas).

Por que a PWIT se filiou à Abralog?
Acreditamos que pode ser um canal importante para levarmos a nossa mensagem de como podemos ajudar empresas a melhorar cada vez mais a gestão e, também, melhorar a experiência de seus usuários e clientes, além disso fazer networking com o setor.

Como vê a estrutura logística do Brasil; é difícil fazer logística aqui?
O País possui muitos desafios no segmento, como vias precárias, segurança nas estradas, sinalização, tudo isso eleva os custos de fretes para as empresas. Acreditamos que nossas soluções podem ajudar a melhorar as dores do mercado, principalmente nesse momento em que estamos atravessando.

Como está sendo enfrentar a pandemia?
Nas primeiras semanas foram praticamente de renegociações com clientes e de uma semana para cá voltamos ao foco. Porém, vemos que muitos prospects que estavam perto de fechar projetos estão sendo postergados. Em contrapartida, outras empresas têm nos procurado para acelerar o processo de transformação digital.

A empresa teve tempo de se preparar?
Como temos uma estrutura enxuta fizemos movimentações rápidas para que não perdêssemos tempo.

Em que condições está trabalhando?
Todos remotos, mas 100% focados.

O que a PWIT espera ser daqui a 5 anos?
Esperamos atender 10 mil veículos com nossas soluções.



Deixe uma resposta