sexta-feira, 12/04/2024

ASSOCIE-SE

Congonhas: veja imagens de como o aeroporto deverá ficar após a reforma

O aeroporto de Congonhas, em São Paulo, receberá 2 bilhões de reais em investimentos para ampliar sua capacidade de receber passageiros e aviões.

A expectativa é que as mudanças permitam ao aeroporto aumentar o volume de passageiros dos atuais 22 milhões por ano para 29,5 milhões, até 2028, quando as mudanças deverão estar concluídas.

O anúncio das mudanças foi feito em um evento no aeroporto nesta segunda, 25. A contratação das empresas que farão as obras será feita até novembro. As melhorias serão entregues aos poucos, até junho de 2028.

Entre as primeiras medidas a serem implantadas, estão a ampliação da sala de embarque remoto (quando é preciso pegar um ônibus até o avião) e a criação de um bolsão de espera para motoristas de aplicativo.

Os novos recursos virão da concessionária Aena, que assumiu o aeroporto em outubro de 2023 e fará sua operação por 30 anos. Veja abaixo a lista de mudanças:

  • Novo terminal de passageiros, que deverá ter o dobro de área da atual. O novo espaço terá 105 mil metros quadrados. O espaço de embarque onde ficam os portões será de 36 metros de largura, a mesma do terminal 3 de Guarulhos.
  • Aumento do número das posições para os aviões, de 30 para 37, sendo 19 por pontes de embarque (ida do saguão direto ao avião).
  • As novas posições serão capazes de receber aviões maiores, como o A321 e o 737 Max. Hoje, esses aviões não podem usar todas as pontes de embarque por falta de espaço.
  • Novas estruturas permitirão a retomada de voos internacionais.
  • Um hangar tombado pelo Patrimônio Histórico, hoje usado para manutenção, será convertido em um terminal de embarque remoto.
  • Mais 20 mil metros quadrados para lojas, cafés e restaurantes.
  • Novo pátio e área de taxiamento de aeronaves.
  • Melhorias nas pistas.
  • Novos sistemas de processamento de bagagens.
  • Nova área para embarque em carros de aplicativo. Haverá também um bolsão de espera para os motoristas.
  • Mudanças na ordem de chegada: o embarque passará a ficar antes do desembarque, para quem vem de carro pelo túnel de acesso.
  • Ampliação da área de calçada na entrada do aeroporto.
  • Novo terminal para cargas.
  • Revitalização da fachada.
  • Estação de tratamento de esgoto.
  • Novo sistema de climatização.

Congonhas foi aberto em 1936

Congonhas é o segundo aeroporto mais movimentado do país, atrás apenas de Guarulhos. O terminal foi aberto em 1936 e passou por várias ampliações até chegar ao modelo atual.  Quando ele foi criado, ficava em uma área ainda pouco habitada da cidade. Com o crescimento de São Paulo, no entanto, ele acabou ficando cercado por casas e negócios, o que gera uma vantagem por ter fácil acesso a centros empresariais, como as regiões da Faria Lima e Berrini. A Aena estima que cerca de 10% do PIB do Brasil seja gerado na área em um raio de 15 km do aeroporto.

Mesmo com o aumento do volume de passageiros, as regras de limitação com a prefeitura, como a restrição a voos de madrugada, será mantida.

Fonte: Exame

Fotos: Aena/Divulgação

Abralog faz bem para sua logística.

Matérias Relacionadas

Abralog nas Redes

Últimas Matérias