Comitê de E-commerce analisa o que já se faz para a próxima Black Friday

Os eventos sazonais do segundo semestre, entre eles a Black Friday, foram temas da reunião mensal do Comitê de E-Commerce da Abralog, realizada na sede da entidade, na terça 27.8.2019. O convidado para o encontro foi Ariel Herszhorn, vice-presidente de Expansão da Loggi, marketplace que conecta quem quer fazer entregas com uma enorme frota de motoboys. José Roberto Lyra, da Vcs²pro Consulting,, e Stefan Rehm, da Intelipost, organizaram o encontro.

Ariel Herszhorn mostrou como a empresa está se preparando para a logística da Black Friday. Segundo ele, foi desenvolvido um robusto ecossistema para a logística da last mille reunindo centros de distribuição, pontos de cross-docking, transportadores e entregadores, para garantir o cumprimento dos prazos de entrega acordados entre varejistas e consumidores.

Ariel enfatizou que o sucesso de uma operação como essa está no uso intensivo de tecnologia, tanto nas operações de separação, nas quais utilizam-se sorters, quanto no planejamento, que requer a colaboração de engenheiros e cientistas de dados.

A simplificação da logística no E-commerce

O Comitê E-commerce da Abralog vem acompanhando vários esforços feitos no sentido de destravar as amarras que afetam o e-commerce. Entre eles está o projeto de lei (PL 148/19) está em tramitação da na Comissão de Finanças e Tributos da Câmara dos Deputados. O projeto, de iniciativa da Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), pretende a regularização das  atividades envolvendo lockers e outros pontos de entrega. A Abralog quer contribuir no sentido de aumentar a visibilidade do projeto, uma forma de  apressar sua aprovação.

Outra medida semelhante é a portaria CAT31 (Sefaz SP), que também se propõe a estimular o  comércio eletrônico e as atividades de operadores logísticos.  Porém, é bastante recente e na opinião de membros do comitê ainda existem aspectos que precisam ser melhor avaliados.

Luiz Antônio Rego, CEO da Alcis, e um dos vice-presidentes da Abralog,  comentou que sua empresa já está avaliando os impactos da portaria em seu sistema WMS, que passa por ajustes para atender os requerimentos da portaria.

Logística sem Papel

Encaminhado pela Fecomércio SP, o projeto busca eliminar, por meio da digitalização, alguns documentos que hoje acompanham a carga, como a Danfe.  O Comitê tem a intenção de participar dessa iniciativa e se movimenta para poder dar sua contribuição.

A reunião mensal tratou também do projeto do  DTE (Documento Eletrônico de Transporte), cujo teste-piloto transcorre no Espirito Santo. A entidade está acompanhando junto à ANTT os resultados do teste, que serão divulgados no próximo mês. Existem demandas da CNT (Confederação Nacional do Transporte), associada da Abralog, no sentido de sugerir melhorias no projeto. Para o Comitê, não estão claras os impactos do projeto na logística urbana e comércio B2C.

Participaram da reunião as empresas: IntecomLogistica, DHL, Loggi, Clique e Retire, Intelipost, Uello, Vcs²pro Consulting, B2LOG, Alcis Sistemas, Unpark, Carbono Zero, IS Entrega, Abrig, Manserv e Setup Consultoria.



Deixe uma resposta