sexta-feira, 12/04/2024

ASSOCIE-SE

Desafios e perspectivas na Logística Farmacêutica em 2024

Na palestra “A Logística Farmacêutica no Brasil”, realizada durante a reunião mensal do Comitê de Cadeia do Frio da Abralog, nesta quinta-feira (14.3.2024), Ozoni Argenton Junior, CEO da OAJ CONSULT e um dos coordenadores do Comitê de Cadeia do Frio da Abralog, apresentou uma análise profunda dos desafios e perspectivas que permeiam o segmento farmacêutico no país.

“Em 2024, os desafios enfrentados pelo setor incluem a necessidade de melhorias na infraestrutura dos operadores logísticos, processos operacionais específicos, atendimento à legislação, centros de distribuição adequados, gestão de controle, certificações, gestão integrada de sistemas, controle de qualidade assegurada, transporte e distribuição eficientes e um programa robusto de gerenciamento de riscos na cadeia de abastecimento”, comenta.

Um aspecto crítico é a matriz de transporte, que deve estar alinhada às exigências regulatórias em constante evolução. “Com produtos altamente perecíveis e de alto valor agregado, a cadeia de abastecimento farmacêutica enfrenta desafios únicos que requerem estratégias de gerenciamento de risco eficazes e adaptações contínuas”, ressalta Ozoni.

No entanto, apesar desses desafios, o setor farmacêutico brasileiro testemunhou avanços significativos, impulsionados por investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Embora haja uma dependência considerável de importações de insumos, o mercado nacional é diversificado, com grandes distribuidoras sendo também farmácias e empresas varejistas.

A pandemia destacou a importância estratégica do setor farmacêutico, estimulando uma reavaliação tanto por parte do setor privado quanto governamental. Além disso, o avanço da biotecnologia apresenta novos desafios e oportunidades para os operadores logísticos do segmento, exigindo ajustes e adaptações para o futuro.

Diante desse cenário dinâmico, é crucial uma abordagem inovadora e eficiente na regulamentação, acesso a medicamentos e políticas governamentais. “As perspectivas para o setor podem variar conforme mudanças no ambiente econômico, político e regulatório, ressaltando a importância de um acompanhamento constante e sistemático por parte da cadeia logística”.

A evolução do setor farmacêutico brasileiro oferece oportunidades de crescimento, mas também demanda um compromisso contínuo com a inovação, aprimoramento regulatório e políticas de acesso a medicamentos, garantindo que a cadeia logística esteja preparada para aproveitar plenamente as oportunidades desse mercado em constante transformação.

Foto: Divulgação

Abralog faz bem para sua logística.

Matérias Relacionadas

Abralog nas Redes

Últimas Matérias