quarta-feira, 19/06/2024

ASSOCIE-SE

Prestex passa a operar no transporte aéreo emergencial de produtos farmacêuticos

Líder no mercado de logística aérea emergencial, com 20 anos de expertise, a Prestex acaba de anunciar o início de suas operações também para o mercado de insumos que necessitam de autorização da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), como: medicamentos, produtos farmacêuticos e de higiene, cosméticos, perfumes e saneantes domissanitários. Com o novo setor de atuação a Prestex prevê crescer 40% em 2023.

Desde 2020 a Prestex investiu cerca de R$ 1,8 milhão em estrutura, tecnologia e capacitação dos colaboradores para que pudesse obter a licença da ANVISA e assim ingressar no mercado logístico aéreo fármaco.

Segundo levantamentos da consultoria IQVIA, o crescimento do mercado farmacêutico brasileiro deve ficar em 12% em 2022 e continuar crescendo cerca de 10% em 2023. A publicação Perfil da Indústria Farmacêutica 2022 da Sindusfarma aponta que em 2021 o mercado de medicamentos movimentou R$ 88,28 bilhões. Houve crescimento de 14,21% em reais, em relação ao ano anterior, representando aproximadamente 2% do mercado mundial, sendo o 8º em faturamento no ranking das 20 principais economias. Na América Latina é o principal mercado, à frente de México, Colômbia e Argentina.

Marcelo Zeferino, Chief Commercial Officer da Prestex

“A logística emergencial aérea é estratégica para transportar de forma eficiente e eficaz insumos para as indústrias farmacêutica, química e alimentícia. Esses setores atuam com muitos materiais termossensíveis, com a necessidade de armazenamento e transporte específicos para garantir a saúde da população. A Prestex, que é associada da ABRALOG, irá contribuir muito com o setor, agregando sua expertise de 20 anos no transporte aéreo emergencial, com alta performance e inovação”, explicou o Chief Commercial Officer da Prestex, Marcelo Zeferino.

Com duas décadas trabalhando no aéreo emergencial especializado em logística B2B, a empresa possui aprovação de 99,3% de SLA (Acordo de Nível de Serviço).

“Estamos adequados à RDC (Resolução da Diretoria Colegiada ) 430 da Anvisa, temos farmacêutico, veículos termicamente qualificados, atendendo à temperatura padrão de 15º a 25° e durante todo o transporte ocorre o controle de temperatura. Nos preparamos para receber essa certificação da ANVISA e assim atender os clientes individualmente com a melhor solução para cada um. Já trabalhamos dessa maneira com a indústria da transformação e agora toda nossa expertise será aplicada no mercado de Farmacêuticas, Químicas Farmacêuticas e Alimentícias Farmacêuticas”, acrescentou o Chief Commercial Officer da Prestex.

Covid-19

O período de pandemia foi decisivo para o crescimento da Prestex e a aproximação com o segmento farmacêutico. A empresa, que já atuava no transporte emergencial aéreo, ganhou ainda mais destaque no setor, transportando com eficiência e agilidade insumos como respiradores, álcool gel entre outros. “Desde então investimos em estrutura e qualificação técnica da equipe para tirar licença da ANVISA”, disse Marcelo Zeferino.

Foto: Divulgação

Matérias Relacionadas

Abralog nas Redes

Últimas Matérias